• Gabriela Palma

Você sabe o que é Turismo Afro referenciado?


Grupo Pequena África - Pedra do Sal

"Até que os leões inventem as suas histórias, os caçadores serão sempre os heróis das narrativas de caça".

É com esse provérbio africano que eu quero começar esse post.


O turismo afrorefenciado visa resgatar origens do povo negro por meio de narrativas e imersões em destinos nacionais e internacionais. Mas talvez você se pergunte por quê algumas agências de turismo se especializaram nesse nicho de mercado.


A resposta é simples mas ao mesmo tempo complexa e profunda. "O turismo afrocentrado dialoga com o turismo e as pautas da comunidade negra, a partir das questões raciais e de diáspora, ele tem a intenção de valorizar a cultura afro e resgatar a história e ancestralidade da população negra e para ela. A partir desse conceito, surge uma nova finalidade em relação aos termos utilizado, o turismo de diáspora ou turismo de raízes, tem por objetivo o resgate da identidade do turista, tanto de parentesco quanto na cultura, de algo que foi interrompido pela perda das suas raízes. Enquanto o Afroturismo vem para reafirmar o pertencimento da comunidade negra enquanto viajante e nos espaços; e ainda, pretende expor as dificuldades que uma pessoa negra tem para organizar sua viagem, desde o meio de hospedagem escolhido até a escolha do país de destino. Internacionalmente, o movimento é conhecido como black travel movement, que conta com plataformas bem estruturadas para divulgar e apesentar que a comunidade negra também viaja." Fonte: Site Unirio - Turismo e Relações Étnico-Raciais


Então você já entendeu que o Turismo Afro Referenciado não é somente

viajar para o continente africano; Não é somente fazer trabalho voluntário em países do continente africano;Não é somente para pessoas negras mas especialmente para elas.


Por isso eu sempre falo para os meus alunos do curso técnico de guia de turismo que é muito importante criar roteiros que tenham uma narrativa forte e que você se identifique. Eu encontrei a minha narrativa em Novembro de 2017 com o tour da Pequena África no #AirbnbExperience. Se você não sabe o que é o Airbnb Experience, clique aqui.


É interessante parar para analisar que a população negra no Brasil é de 54% mas infelizmente ainda somos tratados como minoria assim como nós mulheres e a comunidade LGBTQI+. Que coisa, não? Mesmo sendo mais da metade da população somente há poucos anos fomos reconhecidos como mercado consumidor em potencial.


É fato que a maioria dos viajantes não são negros mas esse cenário tem mudado graças a empresas que estão focadas em oferecer serviços turísticos para este público.


Quero compartilhar aqui algumas empresas e guias de turismo que fazem um trabalho incrível e tem uma narrativa muito poderosa quando se trata em turismo Afro referenciado, já salva esse post para consultar sempre que for preciso e se tiver novas indicações envia aqui também nos comentários!


Guias de Turismo: Emily Borges, Edson Vander, Luana Ferreira, Raquel Oliveira, Renata Oliveira, Yara Sales


Agências de Viagens: Diáspora Black, Conectando Territórios, Destino Afro, Brafrika Viagens, Bitonga Travel Blog de Viagem: Guia negro, No mundo da Paula

30 visualizações
CONTATO
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Spotify - Black Circle